• Presos podem acompanhar andamento processual

    Publicado 24 de setembro de 2011 |

    O Poder Judiciário de SP, por meio da Seção Criminal, lança hoje serviço que disponibiliza para os presos de duas unidades prisionais acesso aos processos de conhecimento e de execução penal.  Na Penitenciária Feminina de Sant’Ana, na Capital, e José Parada Neto, em Guarulhos,  serão instalados totens em locais que facilitam o acompanhamento e não colocam em risco as regras de segurança dos presídios.
    Segundo o presidente da Seção Criminal, desembargador Ciro Pinheiro e Campos, duas unidades abrigam o projeto-piloto. “Sem custos, aproveitando material disponível e em benefício de cerca de 2.500 (PF Sant’Ana) e 1.000 (Pen. José Parada Neto) pessoas que terão como acompanhar os seus processos”.
    Essas informações já estão disponíveis no site do Tribunal de Justiça de São Paulo, mas, até agora, somente advogados e familiares interessados – e muitos dos presos não têm advogado constituído nem familiar para as consultas – acompanham o andamento processual.
    Sem outras possibilidades à vista, o preso encaminha cartas e mais cartas às Varas de Execução ou mesmo à Seção Criminal. “O projeto, além de servir como canal de comunicação, desafogará o trânsito de cartas direcionadas ao Poder Judiciário. Com os benefícios da informática e a funcionalidade dos totens, esperamos obter a inclusão do preso na Justiça porque ele tem direito de acesso ao processo”, diz Ciro Pinheiro e Campos. O sistema foi desenvolvido pela STI – Secretaria de Tecnologia e Informação do TJ/SP.
    Durante a inauguração, na Penitenciária Feminina de Sant’Ana, estarão presentes o secretário da Administração Penitenciária, Lourival Gomes, e o presidente da Seção Criminal, desembargador Ciro Pinheiro e Campos, que representará o presidente do TJ/SP.

    FONTE: WWW.MIGALHAS.COM.BR

© 2021 RB Advocacia Criminal | Todos os direitos reservados.